• Rachel Fernandes

A lista de leitura de Hemingway (e seus conselhos a um jovem escritor)


📷 Ernest Hemingway Photographs Collection. John F. Kennedy Presidential Library and Museum


Na primavera de 1934, um jovem escritor chamado Arnold Samuelson foi à Flórida para conhecer seu ídolo, Ernest Hemingway, um dos maiores escritores da literatura norte-americana. E a conversa que tiveram — assim como o ano em que passaram juntos, velejando e pescando— foi imortalizada num livro de memórias, With Hemingway: A Year in Key West and Cuba, que é uma aula de escrita.


Segundo Samuelson, que tinha problemas para escrever ficção, Hemingway ofereceu conselhos indispensáveis. Ele narra:


"A coisa mais importante que aprendi sobre escrever é nunca escrever muito de uma vez só," Hemingway disse, dando uma batidinha afetuosa em meu braço. "Nunca deixe a fonte secar. Deixe um pouco para o próximo dia. Saiba quando parar (...) porque assim você consegue escrever um romance sem jamais ficar bloqueado."


Outro conselho de Hemingway:


"Esqueça os escritores contemporâneos. Você tem que competir com os mortos, porque só o trabalho deles passou pelo teste do tempo."


E para ilustrar o que falava, Hemingway fez uma pequena lista de 14 livros e 2 contos para que o jovem autor tivesse como referência.


📷 With Hemingway: A Year in Key West and Cuba


Samuelson ainda conta que Hemingway entregou a lista e lhe disse:


"Aqui está uma lista de livros que todo escritor deveria ler como parte de sua educação. Se você não leu esses, você não sabe de nada. Esses livros representam diferentes tipos de escrita. Alguns podem te entediar, outros podem te inspirar e alguns são tão lindamente escritos que vão fazer você sentir que é uma perda de tempo sequer tentar escrever."

Abaixo, a lista com os títulos escolhidos a dedo pelo autor. Quando possível, indiquei as versões traduzidas das obras. Os livros em outros idiomas são sinalizados por um asterisco (*).


A Lista de Ernest Hemingway



E além de fazer essa lista, Samuelson conta que Hemingway se levantou da escrivaninha, foi até sua estante e entregou ao jovem os contos de Stephen Crane e um exemplar de Adeus às Armas, de sua autoria.


Depois disso, à convite do autor, Samuelson e ele fizeram uma viagem de pesca, que seria imortalizada no livro de memórias desse jovem escritor que teve a oportunidade de passar um ano ao lado de um grande escritor.


Se você não conhece a prosa de Ernest Hemingway, indico:



Com linguagem direta, personagens interessantes e dilemas que grudam na mente do leitor, Ernest Hemingway passou no teste do tempo. Está mais do que liberado competir com esse monstro da escrita.


E o quote de hoje só poderia ser dele:


"Tudo o que você precisa fazer é escrever uma frase verdadeira. Escreva a frase mais verdadeira que você conhece."

— Ernest Hemingway —

➡️ Você pode comprar o ebook de Sobre Enfermeiras e Postais na Amazon, bem como meu primeiro romance publicado, 457 Milhas. Opiniões são sempre bem-vindas!

✉️ E já que está aqui, assine minha newsletter! Pelo menos uma vez por mês eu compartilho um pouquinho do meu trabalho e das minhas inspirações por email. Além disso, é um canal perfeito para deixar você por dentro de lançamentos e promoções dos meus livros!


Até a próxima!



© 2020 por Rachel Fernandes.